Segurança de Rondônia pode ser modelo ao País

Governador Confúcio Moura apresentou formato elaborado por Oscar Nakamura.

Em reunião com o governador Confúcio Moura (PMDB), na quarta-feira, no Palácio Rio Madeira, por ocasião da assinatura dos decretos que tratam da formação superior como exigência para acesso de futuros soldados à Polícia Militar e do curso de Direito para futuros oficiais, os oficiais que exercem cargos de chefia na PM e Corpo de Bombeiros Militar de Rondônia conheceram um novo modelo de segurança pública, criado para o Estado, e que pode servir para todo o País. Foi o primeiro encontro do oficialato com o governador, que avaliou que honrou todos os compromissos assumidos com os militares durante as campanhas eleitorais.

O governador lembrou que os índices de violência eram muito altos em 2011, quando iniciou o primeiro mandato. “Estamos reduzindo, mas ainda restam duas regiões que preocupam: Porto Velho e Ariquemes. Quando controlarmos estas áreas, teremos números equivalentes aos de São Paulo”, disse.

Confúcio deu ênfase ao projeto que inova o conceito de segurança pública no País e que foi criado para Rondônia pelo consultor Oscar Nakamura, e afirmou que não se trata de produto imposto, mas objeto de observações sobre demandas apresentadas pelas polícias do Estado.

Após citar que deixará o governo em 2018, Confúcio disse aos oficiais que “está nas mãos de vocês realizar este trabalho que pode ser copiado pelo Brasil, no futuro”. E sustentou que todas as secretarias de governo têm papel relevante nesta empreitada.(Da Assessoria)

Investimentos e resultados são destacados 

Um vídeo produzido pela Polícia Militar mostrou os investimentos feitos pelo governo na instituição e os resultados gerados. Da contratação e qualificação de pessoal, aquisição de veículos e equipamentos, tudo foi constado como meio para possibilitar condições de atuar em defesa da sociedade.

O coronel Ênedy Dias, comandante-geral da PM, entregou uma placa em que a instituição agradece pelo empenho do governador em melhorar a estrutura física e operacional da corporação.

Já o tenente-coronel Cristiano Lisboa, presidente da Associação dos Oficias da PM e Corpo de Bombeiros Militar, fez o reconhecimento pelo atendimento às demandas apresentadas pela classe. E também entregou uma placa a Confúcio Moura.

Na ocasião, os oficiais entregaram placa de homenagem ao governador Confúcio e ao vice Daniel Pereira (PSB).

A mudança da forma de atuar na segurança pública foi defendia pelo coronel Lioberto Caetano, secretário de Segurança, Defesa e Cidadania. Ele aproveitou o momento para mostrar os 12 pontos do projeto elaborado por Oscar Nakamura para Rondônia. E destacou que é possível fazer mais utilizando menos recursos seguindo esta proposta.

Fonte: AssessoriaA3-ABRE-copy-15